25 fevereiro 2015

Testei – Escova de Limpeza Facial D-Clean

IMG_20150211_195234810 Voltando as resenhas, vou comentar agora de um produto que mudou a minha rotina de cuidados com a pele, realmente fez uma revolução na minha vida nesse sentido.

Fui comprar tintura na nikkey e acabei vendo a propaganda da escova de limpeza facial D Clean, como não tinha visto nada sobre ela resolvi não levar e pesquisar um pouco mais em casa, pois a princípio tinha a mesma proposta da clarisonic pela metade do preço.

Li e vi muitos videos até que não resisti e voltei para comprar, principalmente pela descrição da fabricante:

Escova elétrica para limpeza facial para pele normal. D-Clean Mini limpa a pele, remove impurezas e maquiagem em até 6 vezes melhor que os modos convencionais. Ela reduz os poros dilatados e visíveis, controlando a oleosidade, além de promover uma leve esfoliação que reduz a aparência das linhas de expressão.
A D-Clean Mini é à prova d'água, o que facilita sua utilização. De uso diário, basta apenas 1 minuto para que sua pele fique limpa, já que sua escova sônica vibra 300 vezes por segundo em 2 velocidades. Suas cerdas são para as peles normais. Acompanha bateria elétrica recarregável bivolt.
Resultado:
Sua pele profundamente limpa, macia e com aparência jovial de forma prática e rápida.

A atendente foi um amor, mas chegando em casa tinha escolhido a rosa e vi que na embalagem estava a branca, além disso com um machucado no botão.

Até pensei em voltar, mas a preguiça me impediu, logo dei a primeira carga para testar.

Foi paixão do início ao fim, mesmo que no começo tenha deixado a minha pele aparentemente mais sensível, notei a diferença.

Os poros ficaram menos visíveis, com menos acumulo de “sujeira” venho inclusive aumentando o espaço entre uma limpeza de pele e outra, além de melhorar a oleosidade.

Vejo um resultado excelente desde de um neutrogena que é baratinho até um sabonete da clinique como gel de limpeza, apesar do preço do aparelho vejo que a longo prazo acabo economizando nesse tipo de produto, além disso os outros cremes penetram na pele de uma tal forma que percebo muitos mais benefícios do que via antes de fazer o uso do aparelho apenas com a lavagem normal.

Pelo que li da concorrente importada, a clarisonic, a função é práticamente a mesma (vibração para a limpeza de pele) só que essa tem o preço muito mais amigo e um refil da escovinha também muito mais barato e fácil de encontrar.

A única diferença é que ele não emite o sinal sonoro quando acaba o “tempo” de cada região, fica ligado constantemente por um minuto e temos que contar o tempo para cada área.

É algo que me surpreendeu, pois nunca esperava esse resultado, inclusive não consigo deixar ela nenhum dia parada rs.

A bateria dura bastante também, as cargas do aparelho são longas, dura praticamente todo o mês depois percebo que diminui a intensidade da escova.

O preço em média dessa mini é de R$ 230, mas acho que compensa o investimento, tanto pela economia em relação aos produtos como pelo espaço entre as limpezas de pele constantes.

Fora que tem assistência técnica no Brasil, o que foi um grande diferencial na minha escolha na hora da compra entre essa versão nacional e a gringa, que muita gente já reclamou que parou de funcionar simplesmente do nada.

11 fevereiro 2015

Testei – Keraton Color 8.34

kert

Bem como comentei no face do Testando, estou super envolvida em um projeto da ONG que trabalho, por isso estava desaparecida por aqui, mas não que não tenha feito muita arte no meu cabelo enquanto isso rs.

Confesso que estava optando por escurecer os fios, com o ruivo acobreado ainda, só que um pouco mais escuro (estava descendo do 8.4 para o 7.4) entre diversas marcas.

Eu deixava como estava, mas ai me irritava e comprava a primeira tintura ruiva que encontrava, depois deixava guardada.

Até que em uma das minhas tentativas desesperadas, acabei encontrando essa tintura da KERT, também chamada keraton color.

Como gosto dos tonalizantes me joguei na tintura  8.34 da marca, vendo diversos vídeos publicados por eles, mesmo vendo que a oxigenada da embalagem era de 20 volumes.

Minhas ultimas tinturas foram da loreal (majirel) e keune, ambas com oxigenada de 20 volumes também, como estava subindo para o 8 novamente acabei usando essa mesmo da embalagem para não clarear os fios.

Deixei menos tempo do que o indicado, cerca de 25 minutos aproximadamente e corri para tirar, pois estava muito escuro.

O resultado foi esse da foto, já lavei umas 4 vezes os fios e percebo que está desbotando facilmente (estava castanho escuro mesmo, agora que está um castanho médio, quase indo para um castanho claro dourado com um pingo cobre).

Eu queria mesmo escurecer, mas não tanto, imagino se tivesse deixado até o final do tempo sugerido.

Minha base desbotada estava bem clara, no final das contas esses dias acabei acostumando, mas não indico a tintura para quem gosta mesmo do cobre porque ela é bem fraca nesse quesito.

Já vi meninas que usaram com ox de 30 volumes e ficou bem clarinho, logo depende de qual cabelo é usado como base, porém como escrevi antes não arriscaria novamente.

Agora meu próximo teste é a tintura da clairol 7.44, vamos ver se fico mais ruiva, menos castanha (rs).

Sobre escurecer, um pouco a menos do que ficou, acho válido porque assim a raiz fica menos aparente.

Conclusão: achei a tintura escura demais, minha base estava clara para ficar assim, além disso a única coisa boa (não seria se eu tivesse gostado mesmo da cor) é que desbota facilmente.

Torci um pouco o nariz para essa tintura e não gostei, entrou na minha lista negra não superando apenas um outro produto da marca, o keraton henna que manchou demais o meu cabelo.

Deles vou continuar só com o keraton banho de brilho mesmo que gosto tanto!

12 janeiro 2015

Testei – Sorbet Hidratação Corporal Vinoterapia do Botica

CREME BOTICA

Como comentei nesse post, acabei comprando o hidratante corporal da linha Vinoterapia, depois de ter gostado tanto do creme para as mãos do Botica.

Segundo a fabricante:

Nativa SPA Vinoterapia Sorbet Hidratante Corporal possui uma textura diferente de tudo o que você já viu. Mais encorpada, ela remete ao extrato de uva presente na composição do produto, que proporciona 30 horas de hidratação profunda sem deixar a pele oleosa. Isso sem falar nas sensações deliciosas que o hidratante e sua delicada fragrância vão despertar durante a aplicação. Além de ativos umectantes e emolientes, a fórmula do Sorbet Vinoterapia conta com agentes antioxidantes. E o que isso significa? Você super protegida contra a ação dos radicais livres e oxidação das células, e a sua pele cada dia mais renovada.

Ele é um creme com uma textura densa, porém a aplicação é super tranquila, espalha facilmente.

O bacana justamente por ser mais “grossinho” é que apesar da embalagem pequena, rende bastante, só um pouco já deixo a pele de uma área maior do corpo bem hidratada.

Sinto o cheirinho maravilhoso da linha, pelo menos na minha opinião, e a minha pele super macia.

Além disso, a pele não fica melequenta ou oleosa, realmente a absorção é bem rápida e não deixa a pele pegajosa.

CREME BOTICA 2

Sinto a pele macia por muitas horas, não sei exatamente quantas, mas passo a noite depois do banho antes de dormir e no dia seguinte quando acordo e tomo banho ainda sinto o cheirinho que adoro e a pele macia como no momento da aplicação, logo não vou falar sobre 30 horas da proposta, porque tomo banho antes (claro rs), mas funciona muito bem e eu realmente acredito que essa linha é superior as demais da marca (nativa spa), pois com os outros produtos não sinto nada durar tanto na minha pele.

O preço agora na promoção está por quase R$ 38, vem com apenas 250g, o pote é pequeno (só que como comentei no início do post, rende bastante, ainda acho que compensa).

Estou apaixonada por essa linha, agora vou comprar o óleo esfoliante rs.

07 janeiro 2015

Testei – Base Pro Longwear da MAC

0acVamos lá para mais uma resenha, que fiquei devendo o ano passado, da minha base favorita.

Já estou no segundo tubo, acho ela maravilhosa pela duração, cor, da uma segurada no brilho (apesar de não ter essa função específica, acaba fazendo isso pelo fato de ser longa duração, talvez), tem uma cobertura média/alta e além de tudo, praticamente não acumula nos poros.

Todo esse amor é a Pro Longwear da MAC.

A descrição da fabricante é a seguinte:

Base de longa duração que confere cobertura por até 15 horas em qualquer condição ambiental. Sua textura leve e cremosa, suavemente aplicada, cria uma cobertura fina a média. Controla a oleosidade mantendo a pele fresca, natural e impecável, mesmo em climas quentes e úmidos. Confere proteção solar para o dia-a-dia.

Eu comentei da cor porque é uma das poucas linhas que tem a cor NW13 que fica perfeita no meu caso.

Tem o dosador na própria embalagem, tem uma textura média (mais fina que a studio fix), espalha super bem na pele.

Cobre bem minhas manchas e olheiras, fica com um acabamento natural (não completamente opaco, o que ando achando bom, pois fica mais natural) e realmente dura o dia todo na pele.

Não chega o exagero de 15 horas, mas segura minha dignidade das 8 às 5/6 hrs.

mac Como minha pele é muito oleosa, segura sim a oleosidade como comentei no início, mas depois de umas 5 horas aproximadamento o brilho volta aparecer.

Coisa que resolvo com um pó por cima e fica o restante do dia intacta.

O cheiro não é muito agradável, característica da marca, mas na minha pele some rapidinho.

Além disso, apesar da aplicação ser tranquila, requer um pouco de agilidade porque ela seca muito rápido.

Eu já usei da marca a base studio fix (líquida e compacta) e a matchmaster, mas sem sombra de dúvidas, foi a melhor da minha pele.

Acho que essa compete bem com a da maybelline, que ganha por ser bem mais barata, mas no quesito duração e acabamento sou mais a da mac mesmo.

Ela custa R$ 140, comprei a segunda embalagem na black friday, que a sephora ofereceu 20% de desconto então valia a pena.

Prometo que nas próximas resenhas escrevo sobre produtos capilares rs.