20 maio 2016

O que fazer caso o produto não funcione?

CDC

Recebo muitas vezes e-mails de pessoas que confundem o blog com alguma fabricante de produto cosmético, por isso pedem sugestões de uso, informações sobre distribuição, perguntas sobre a compatibilidade entre as químicas, mas o que realmente acaba chamando minha atenção são os e-mails com reclamações.

É aquilo, a pessoa joga no google, o blog aparece (principalmente porque tem a palavra cosméticos no título) e a confusão está feita, mesmo muitas vezes por produtos similares testados,mas na grande maioria das vezes, são até produtos que nunca vi na vida.

O que eu fico impressionada é como a pessoa pode ter razão, mas está cobrando seus direitos de forma completamente equivocada, não pelo envio do e-mail errado porque isso explico, mas pelo jeito ameaçador de fazer a coisa andar.

Por isso resolvi escrever esse post, usando um pouco a minha experiência como advogada (embora não seja minha área de atuação), para dar dicas simples de como cobrar seus direitos!

1. O produto que você comprou não funcionou?

Avalie primeiro a descrição na fabricante, no site e na própria embalagem, realmente não cumpriu aquilo que “prometeu”? Pois bem, vc acabou de cair na propaganda enganosa, tire fotos da embalagem e faça o mesmo com o site (dando print) e salvando.

Agora analise com calma, verifique com certeza absoluta que a marca prometeu e não cumpriu, não foi apenas suas expectativas que não foram alcançadas.

2. Sobre propaganda enganosa:

Temos o direito de exigir que tudo o que for anunciado seja cumprido.

Exemplo prático:

Descrição – essa máscara irá recuperar qualquer cabelo! Não recuperou? Sim, vc está certa.

Descrição – Essa máscara irá ajudar a fortalecer seus fios! Pode não fortalecer quanto esperamos, porém ficará dificil comprovar que realmente não fez o que descreveu, ela “ajuda” não prometia mágica.

Agora se quebrou seu cabelo, alterou a coloração, “queimou” os fios, nesses casos se não estava marcado a incompatibilidade, vc está sempre certa, afinal de contas, antes de comprar um produto você deve ser avisado, pelo fornecedor, dos possíveis riscos que o produto pode causar.

Além disso, todo produto deve trazer informações claras sobre sua quantidade, peso, composição, entre outras.

A publicidade enganosa e a abusiva são proibidas pelo Código de Defesa do Consumidor. São consideradas crime (art. 67, CDC).

3. Provas

Tire foto dos fios, se visível o dano, fotos da embalagem, textura e lote (porque isso pode sumir) e salve tudo muito bem.

Procure na internet gente que teve o mesmo problema, converse, pesquise sua formulação, salve tudo bonitinho em uma pasta.

Tenha a nota fiscal da compra, isso é muito importante, por isso guarde sempre.

4. Entre em contato com o SAC

Procure o contato da fabricante e salve exatamente tudo que vc falar, pode ser pelo site, e-mail, facebook, tente tudo ao mesmo tempo se possível, assim serão várias pessoas que irão te atender.

Salve inclusive o que vc enviou, no caso de não responderem, vc terá provas que tentou contato. Quando responderem, faça a mesma coisa!

Eu acredito que um SAC sério te coloque em contato com um técnico, que analisando a situação completa, poderá pedir a avaliação do lote do produto.

Nesse caso quem arca com a despesa é a fabricante, que deve providenciar todos os custos com envio e testes, para depois te responder de forma adequada.

5. O que pode ser feito?

Se o defeito for de fabricação do produto, a marca tem 30 dias para corrigi-lo.

No caso de produtos capilares, provavelmente a marca poderá sugerir a troca do mesmo, abatimento do preço pago (“descontinho”) ou seu dinheiro de volta, sempre com correção.

6. Nada disso aconteceu, e agora?

Eu sugiro no primeiro momento uma reclamação no RECLAME AQUI que é sensacional e pode ser feito pela internet mesmo.

Descreva tudo que aconteceu, o problema, o que a marca sugeriu ou não.

A maioria das marcas sérias  respondem , principalmente porque não querem queimar o filme deles na internet, pois hoje em dia com a facilidade de divulgação (negativa), correm atrás para não acabar perdendo novos clientes.

Mas faça isso com muita calma, não faça ameaças, não estipule prazos que não estão estabelecidos por lei, não coloque xingamentos, imagine que, caso não resolvido, vc poderá levar isso para juízo, logo nenhum juiz vai gostar de ler.

7. Nada ainda? Procon ou JEC

Caso a marca não faça nada, procure o PROCON que agora temos até a reclamação de forma eletrônica em alguns lugares, pois eles enviarão a sua reclamação para a marca e aguardarão uma resposta, marcando uma conciliação para achar uma solução.

Porém, a marca não é obrigada a comparecer, caso isso aconteça, procure um Juizado Especial Civil na sua região.

Você pode reclamar sozinho ou em grupo, no caso de várias pessoas terem o mesmo problema.

Se a marca não comparecer na audiência de conciliação, ela não poderá escapar da audiência de instrução e julgamento.

Conclusão: Sim, vc perde tempo e é cansativo.

Porém vale a pena, são pequenos cuidados que começam com a chegada do produto, mas que podem ajudar na sua caminhada. Não xingue, não queira uma resposta para ontem (tipo 2 horas), isso tem prazo legal (espere). Fique calma, que a chance de tudo dar certo é grande.

O texto ficou enorme, mas espero ter ajudado, agora o principal depois de tudo é não comprar mais nada de uma marca que te trate mal no SAC (serviço de atendimento ao consumidor), afinal de contas ela não merece sua atenção!

13 maio 2016

Lançamentos - Pré-Shampoo/Co-Wash e Gelatina #todecacho Salon Line

SALON LINE

As cacheadas, antes esquecidas pelo mercado, agora estão ganhando a atenção que merecem.

Acho muito bacana essas mudanças, por isso sempre faço questão de publicar aqui no blog, todos os seus lançamentos.

A bola da vez é a Salon Line com a linha #todecacho.

Segundo a fabricante: 

“Cabelos cacheados e crespos são muito frágeis e precisam de cuidados diários específicos para estarem sempre bonitos e saudáveis, mas nem todos são iguais. Por isso, cada tipo de fio, sendo mais grosso ou fino, com grau de ondulação leve ou acentuada, precisam de produtos específicos para o tratamento perfeito.

A Salon Line apresenta os dois novos integrantes da linha mais divertida do seu portfolio, a #todecacho com: 2 em 1 Pré-Shampoo e Co-Wash Tratamento para Arrassar, que desembaraça e hidrata os fios e a Gelatina-não sai da minha cabeça, que promove maior fixação, definição nos cachos e efeito anti frizz.

O Pré-Shampoo e Co-Wash Tratamento para Arrasar é um produto 2 em 1. Pode ser usado antes do shampoo ou condicionador, pois desembaraça e hidrata os fios deixando um incrível filme que protege os fios durante o uso do Shampoo ou como co-wash, promovendo uma lavagem suave apenas com condicionador. Feito com Óleo de Coco, D-Pantenol e Vitamina A e E, ideal para cabelos com grau de ondulação 3ABC e 4ABC. Sem sulfato, petrolato, parafina, silicone e óleo mineral. Preço sugerido: R$ 17,90 (300 ml)

A Gelatina- não sai da minha cabeça é um gel mix que pode ser usado com ou sem finalizadores com um resultado mara que toda cacheada não vai parar de pensar! Utilizada na misturinha com finalizadores ela deixa os cabelos com fixação suave, promove efeito anti frizz, maior definição e cachos super macios. Já utilizada sozinha ela possui efeito durinho, mas quando amassados, os cachos ficam mais maleáveis, soltos e com brilho natural. Da maneira como escolher usar, como essa Gelatina seus Day Afters serão incríveis! Contém Colágeno, Aloe Vera e Extrato de Geleia Real para cabelos com grau de ondulação 2ABC, 3ABC e 4ABC. Sem sulfato, parabenos, petrolato, parafina, silicone e óleo mineral. Preço sugerido: R$ 15,90 (550 g)”

Muito bacana a iniciativa da marca, quem usar avisa a gente aqui nos comentários, pois como não tenho cachos infelizmente não vou poder testar, mas quem quiser falar sobre eles, pode ficar a vontade por aqui!

11 maio 2016

Séries – Breaking Bad

breaking bad

Eu sempre gostei de falar sobre séries aqui no Testando porque sou viciada e adoro compartilhar o que estou assistindo.

Claro que não faço uma análise profunda como blogs e sites especializados, mas diferente do que podemos ler em uma sinopse, gosto de mostrar o que mais me chamou atenção.

Faço isso porque gosto muito de ler sobre o ponto de vista de alguém, pois muitas vezes na sinopse a série passa batido, mas quando vejo algum comentário já me animo mais para começar a assistir.

Isso aconteceu com Breaking Bad que é bem velha, super batida, mas depois de ler um pouco mais sobre a evolução dos personagens acabei fazendo uma maratona na Netflix.

Não foi amor a primeira vista, dormi um pouco nos primeiros episódios, mas depois fiquei vidrada.

Mesmo quem não assistiu já deve saber que a série é sobre um professor de química, que ganha a vida sendo o cara honesto e bacana, até que descobre que está com cancer terminal e precisa fazer algo para fornecer estabilidade financeira para sua família (incluindo sua esposa grávida). Bate desespero e acaba fabricando metafetamina com um antigo aluno.

Agora achei que a coisa ficou boa quando ele desenvolve uma personalidade diferente (Heisenberg), descobre que é bom no mercado ilegal e resolve entrar na situação de cabeça.

Ele que era o cara bonzinho passa a ser extremamente manipulador e “do mal” enquanto Jesse (seu aluno) que tem tudo para ser o louco da história, mostra-se completamente ingênuo.

Bem a coisa não é tão simples assim, na verdade na série acompanhamos que o mundo é cinza, não branco e preto apenas.

Todos os personagens são muito bem desenvolvidos, extremamente inteligentes e embora muitas vezes percebemos que os criadores dão uma exagerada nas gangues e situações do tipo MacGyver, me apaixonei pela série pelos personagens complexos e pelo humor negro proporcionado por eles.

É do tipo que vale a pena assistir, falo isso porque esperei acabar tudo, com receio do final ser meia boca, mas foi sensacional.

Não é uma série para todo mundo, conheço gente que ODEIA, mas vale a pena depositar um crédito para ela, afinal de contas pode ser uma das melhores séries que você já assistiu.