Cabecalho

13 abril 2011

Sugestão da Aline: Shampoo com ou sem sal?




sal (1)



Hj a resenha é da Aline, que é sempre muito querida por aqui e traz idéias geniais, como a desse post.


Já cheguei a comentar que nunca me dei "bem" com shampoo com o tal sal…


Nós brasileiras fizemos marcas gigantescas alteraram a fórmula ou o rótulo aqui por causa disso.


Vamos lá então:



"Bom, este e mail aqui é uma sugestão de matéria para discutir no blog.


Tudo começou hoje, no intervalo da aula quando eu li essa matéria na internet sobre "como lavar os cabelos" no Bolsa de Mulher.


Lá pelas tantas na matéria aparece a opinião de profissionais acerca do shampoo sem sal.


Nos comentários consta a opinião revoltosa de uma menina dizendo que o shampoo com sal não estraga o cabelo.


É claro que eu fui pesquisar, e qual foi minha surpresa senão essa: Não se tem conclusão de nada.


Encontrei muitos sites, blogs etc falando do tema, uns falam bem, outros falam mal e a resposta final não temos.


Resultado: A polemica do shampoo sem sal


Por isso sugiro que vc faça uma matéria com esse tema.


Abaixo lista dos sites que tratam do tema: Modices, De tudo 1 pouko, Consultoria Natura, Tudo em Foco e E-Linda."



sal


Pitaco: Então essa polêmica é grande…


Ainda não existe a "resposta" pronta.


Eu sei que no dia a dia desde que passei a usar shampoo "sem sal" meus cabelos melhoraram.


Acredito que isso aconteceu já que eles estão "mais leves" ou "menos agressivos" pq vamos combinar que alguns anos atrás existia muito shampoo detergente por ai.


Mas o sal em si, até agora só foi utilizado para alterar/engrossar a textura do shampoo.


Se na fórmula o cloreto de sódio não estiver presente, tenha certeza que algum outro estará, então de uma certa forma é trocar seis por meia dúzia.


Acho ridículo as marcas colocarem o rótulo SEM SAL tb nos condicionadores, máscaras e cremes de pentear.


Só sei q a febre do sem sal fez muita marca parar e alterar alguma coisa, se conseguimos fazer Seda, Dove, Elseve, entre outras mudarem com certeza temos "voz" para muito mais do que isso.


Só sei que na prática, antes alguns shampoos acabavam com nossos fios, hj em dia temos mais opções com um ótimo preço que não fazem mais isso.


As primeiras marcas adeptas ao sem sal foram aquelas naturebas (q costumavam enfiar a faca por conta disso), mas justamente pelo motivo de serem menos agressivos acabaram conquistando meu coração.


Acredito q essa história é balela (a mesma coisa do q creme de pentear noturno), mas com isso vendem mais, de qualquer forma acho justo já que a qualidade quase sempre aumenta com essa procura maior.


Outro motivo que acho isso história para boi dormir, mesmo sendo leiga, é que os antigos não faziam espuma…agora praticamente todos fazem!


Não deixo de comprar pelo sal, mas sim pelo q sinto nos meus cabelos, mais uma vez nós consumidoras somos pegas pela "falta de informação" séria por ai e pela onda dos lançamentos que fazem a nossa cabeça (mais uma modinha que pegou).


Para refletir mais sobre isso, separei a opinião de 2 profissionais que respeito, a Carla do Eu Amo Cabelo e o Marvin que está participando do Louca por Cosméticos.



Está ai mais uma modinha que fez a nossa cabeça e nem lembramos mais o pq compramos o tal sem sal de tanto que isso ficou na nossa cabeça!


Obrigada Aline pela sugestão, foi super válida já que não tinha comentado direito sobre isso aqui no blog!


bjs