Cabecalho

29 setembro 2011

Testei: L’ohanny Charme Prata Acinzentado

image


Sempre que passava na perfumaria olhava esses shampoos cinzas da marca L'ohanny, mas nunca botei muita fé neles, depois de testar o agima (que a Adriana tinha indicado nessa resenha aqui) resolvi perder o preconceito e tentar.


Descobri depois que a marca fabrica 2 tipos: o shampoo cinza (disponível na versão clara e escura) e a versão charme (disponível nas cores: prata, prata acinzentado e cendré).


Agora o mais engraçado de tudo é que no site estão marcando o shampoo cinza como shampoo (não coloração), mas esse que comprei da versão charme (prata acinzentado), APESAR do nome shampoo na embalagem está sendo descrito como coloração no site.


Sinceramente? Não entendi nada, acabei testando muito tempo e só agora olhando no site descobri que é uma coloração ao invés de um shampoo, apesar de sua aplicação ser a mesma do primeiro.


O que a marca promete:


A linha L'ohanny Charme foi desenvolvida para complementar o atual Shampoo Cinza L'ohanny, cuja coloração pode ser encontrada nas versões clara e escura. O L'ohanny Charme trás para o mercado mais três tipos de coloração para as pessoas que tem cabelos brancos, grisalhos ou louros.


100_7980


Testando:


Como na embalagem está escrito para aplicar o SHAMPOO (???) nos cabelos úmidos, massagear e pausar entre 5 a 15 minutos, fiz isso diversas vezes seguindo rigorosamente as instruções.


Ele tem uma coloração muito escura é um cinza bem forte (quase preto), que mancha bem a mão (use sempre luva com ele), a roupa/toalha e depois do banho até o chão do banheiro (mancha mesmo).


Achei extremamente forte por causa disso, depois que apliquei deixei um tempo e na hora de retirar tomei outro susto, uma água preta que não acabava mais.


Usei uma máscara e quando fui retirar a máscara outra surpresa, a água continuava saindo preta, e foi assim por mais alguns banhos.


Além da pigmentação forte ele resseca bem os fios, o cabelo fica extremamente duro quando retiro o produto, mas nada que uma máscara depois não ajude.


100_7977


Conclusão:


Ele requer um cuidado extremo na hora de passar, extremamente pigmentado, enrijece bem os fios que precisam de uma hidratação logo após seu uso.


O resultado foi ótimo, apesar de todo o lado negativo dele, confesso que deixa o cabelo extremamente cinza (coisa que adoro).


A impressão é que tinha passado uma tintura cinza, de tanto que deixou o cabelo assim, porém o resultado durou apenas uma lavagem ou outra.


Agora confusa com o que ele é realmente shampoo cinza ou coloração (a marca deixa a desejar isso), não sei em qual categoria coloca-lo, pq até agora mesmo tentando não consegui entender.


Ele tem seus contras como o estado que deixa o cabelo depois extremamente duro, onde cai mancha pela pigmentação muito forte, mas tem o seu lado positivo de deixar o cabelo muito cinza.


Seria uma boa saída de emergência para ter em casa quando vc precisasse muito de um cabelo cinza para ontem, mesmo sendo bem forte, mas não indico pq ele fica apenas na superfície do fio então logo na 2 lavagem já desbota.


Os malefícios que ele faz para deixar o cabelo cinza assim, não vale apenas o resultado de um dia ou dois, pelo menos em minha opinião.


Paguei cerca de 10 reais na embalagem de 80 ml (muito fraca por sinal).


Valeria a pena se o resultado ficasse por mais alguns dias nos fios, mas como deposita a cor apenas na sua camada mais superficial, é trabalho e estrago demais a toa.


Quem quiser experimentar (pq sei que existem muitas meninas que amam o cabelo cinza custe o que custar), corra do prata acinzentado se tiver o cabelo claro, ele escurece bem.


Como não gostei dessa versão, dificilmente vou experimentar o shampoo mesmo da marca, acho bem mais válido como um shampoo forte o agima e em uma versão que não estraga os fios desamareladores como o da secrets, yenzah e alta moda.