Cabecalho

19 maio 2012

Finalmente um avanço contra os testes em animais na China



PETA-Cruelty-Free-Logo

Aqui no blog falo muito pouco sobre as marcas que testam ou não seus produtos em animais, estou erradíssima e preciso prestar mais atenção nisso, então quando tiver alguma informação bacana (ou não) para mostrar para vcs sempre vou avisar.


Para quem não estava acompanhando o problema, a China ainda exigia que as empresas de cosméticos testassem seus produtos em animais para poder comercializa-los dentro de seu país, com isso empresas como a Avon e Mary Kay que não realizavam mais esses testes voltaram a fazer para cumprir a lei deles.


Isso vem acontecendo desde fevereiro desse ano e agora finalmente, após uma diversas reuniões pressão com cientistas do Institute for In Vitro Sciences (subsidiado pelo PETA), as autoridades chinesas concordaram em aplicar a primeira metodologia in vitro no teste de fototoxicidade (que analisa a reação dos compostos químicos quando expostos ao sol).


Ok, é um pequeno passo, mas pelo menos voltamos para a direção certa.


Não precisa de muito para imaginar quantos produtos são fabricados lá, se forem proibidos será um belo final para esses testes de uma crueldade inimaginável, então todo avanço conta.