Cabecalho

07 março 2012

Profissionais e vulgos “profissionais”

cabelos_thumb


Muita gente não entende a minha posição no blog, apesar de comentar diversas vezes não fui no cabeleireiro para fazer isso, ainda acredito que confiar em um bom profissional é importante.


Afinal de contas é possível se manifestar em um processo sem um advogado (como regra)? Quando vc está doente não vai para um hospital? Em uma construção vc confia mais em um pedreiro ou no engenheiro?


Pois é, quando vc vai cuidar de seus cabelos isso não é diferente, porém temos vários profissionais e vulgos "profissionais" no caminho como em todos os ramos.


Hoje em dia é muito comum e fácil trabalhar como cabeleireiro, maquiador, no geral todas as áreas de beleza, porém nem todos aptos para isso fazem um bom serviço.


Não é porque o salão é caro ou fica em um lugar bom que só trabalham tops, quantas vezes já cai nessa furada, muitas vezes com a agenda apertada quem acaba fazendo seu cabelo é o aprendiz do aprendiz do cabeleireiro que está fazendo curso na Europa e assim por diante.


Independente do local, do preço, do tipo de serviço e da beleza do salão encontramos bons e nem tão bons profissionais.


Desde que aconteceu o tal corte químico no meu cabelo, acabei pesquisando muito sobre o assunto, já errei milhares de vezes só que aprendi muito tb nesse caminho.


Hoje em dia com o que eu conheço faço primeiro um teste no salão, vou na manicure para bisbilhotar o local e acabo perguntando para algum profissional o que preciso fazer para alcançar resultado x, se fala besteira já pulo fora.


Confesso que ultimamente não encontrei ninguém que realmente confio, acabo indo no melhorzinho e apenas cortando, o resto me viro com o "faça vc mesmo".


Não sou contra ir em um profissional, mas sou a favor de pesquisar e aprender bem sobre cabelos para não cair em nenhuma cilada, afinal de contas temos o básico e isso ninguém mais consegue tirar da nossa cabeça.


Tem cabeleireiro que me xinga horrores aqui nos comentários, quero que entendam o seguinte: para qualquer mudança sou a favor de encontrar um bom profissional, mas não se enganem com abobrinhas que é o que mais encontramos por ai.


Sobre atrocidades que já encontrei:


-Salões que vendem pacotes de hidratações, no geral tratamentos com produto x, chegando na hora o que encontramos são apenas embalagens originais só que dentro um pote de 1 kg que compramos por menos de 20 reais. É justo? Com certeza é melhor comprar um produto profissional e fazer em casa então!


-Maquiadores com réplicas de produtos, calma se eu estou pagando a maquiagem e não fazendo em casa é porque além da técnica que a pessoa aprendeu, quero bons produtos. Hoje em dia nós estamos cheias de passo a passo na internet então conseguimos uma boa base, não é melhor então usar os nossos produtos e fazer em casa mesmo do que estar crente que o MAC sendo usado vai derreter na primeira hora?


O problema aqui não é ir em um profissional que vai cobrar x e usar produtos mais simples, mas sim pagar horrores e perceber que estamos sendo enganadas com réplicas, que no meu ponto de vista é uma tremenda bobagem (eu compro pela qualidade e não embalagem apenas).


-Opinar e fazer, quem aqui nunca entrou no salão com uma ideia x e saiu com y? Pois então quero a opinião de um profissional para me ajudar na hora de escolher, mas a decisão é minha, se é feio ou bonito quem decide sou eu (afinal de contas, isso ficará na minha cara/cabeça e não na sua, gosto não se discute).


Podem me criticar a vontade, e mail e comentário grosseiro só me faz rir, exigir qualidade é diferente de levantar a bandeira não precisamos de vcs, mas confesso que pelo que encontrei por aqui prefiro mesmo fazer sozinha.


Qualquer profissão exige atualização, ninguém consegue parar no tempo, quem tem medo que as consumidoras aprendam e quem tem o rabo preso.


Falar que meu cabelo precisa de tal tratamento, precisa de uma progressiva, precisa escurecer para fazer uma decapagem (?), entre outros apenas me incentiva a aprender mais.


Torço muito que com o aumento da mercado entrem nele pessoas que realmente são apaixonadas pelo que fazem e principalmente sejam éticas e capazes.


Bons/ótimos profissionais existem, mas são raridade hoje em dia, por isso acredito que tantos blogs fazem sucesso.


Quem aqui já teve o cabelo detonado por causa de algum "tratamento" ou então ficou louca com tal corte, teve uma maquiagem derretendo na primeira hora de festa, vai entender muito bem o que estou falando.