Cabecalho

11 junho 2012

Produtos comerciais e produtos profissionais, o que seu cabelo realmente precisa e o que está sendo vendido na blogosfera?



cabelo


E ai meninas como passaram o feriadão, tudo certo?


Confesso para vcs que semana passada andei cri cri demais, por isso agora com as baterias recarregadas resolvi conversar um pouco sobre um assunto chato, porém sério.


Muita gente chega aqui perguntando qual é o melhor shampoo/condicionador/leave in/máscara de tratamento, é complicado comentar sobre "o melhor" porque tudo vai depender do estado que seu cabelo está e do que ele precisa.


Por isso tenho sim os meus favoritos, mas tudo varia entre o bolso de cada uma e dos danos aos fios que foram causados, porque infelizmente não existem produtos mágicos.


Por exemplo, que pinta o cabelo (de uma cor bem diferente da original), faz progressiva, já usou centenas de caixinhas mágicas que prometem fios mais lisos, usa chapinha e secador toda hora sem proteção NUNCA vai conseguir um cabelo realmente saudável com marcas comerciais.


Chamo aqui de marcas comerciais aquelas vendidas em mercados/farmácias/tudoquantoécanto como a Seda, TRESemmé, Garnier, Elseve, Dove, Pantene, entre outras.


Deixo claro que não acho elas ruins (ok, algumas sim, porém outras surpreendem), mas são menos concentradas e não conseguem penetrar na fibra capilar o suficiente para repor os danos que as químicas no geral fizeram, por isso sempre comento aqui no blog que para mexer no cabelo seja na cor ou no formato é necessário ter disposição e $ depois.


Agora as marcas profissionais, que podem ser um pouco ou muito mais caras, realmente conseguem resultados melhores porque penetram e tratam os fios não só mascaram o seu real estado.


Quer saber exatamente a situação real? Use um shampoo anti resíduos e depois deixe secar, sem nenhum outro produto.


Ele não vai ficar lindo, porque acho que nenhum cabelo fica sensacional assim, mas pelo menos vamos conseguir enxergam se a situação está crítica ou não.


Hoje em dia passamos tanta coisa que mascaramos o seu real estado, saber como ele realmente está é o primeiro passo, depois disso é escolher os tratamentos adequados e tratar.


Pode ser um teste bobo, depois disso molhe novamente e use uma máscara de tratamento, serve só para observar como o cabelo se comporta "sozinho".


Se a situação está feia, faça o cronograma como comentei aqui, separe as suas máscaras (não precisa comprar, use primeiro o que vc tem em casa).


Acho que com o aumento dos blogs e a popularidade deles, estamos passando por uma crise vc precisa ter esse produto para ontem, quando na verdade nos eu banheiro ou armário tem ali excelentes opções que podem estar sendo usados de forma incorreta.


Como blogueira, testo muitos produtos e observo os resultados, depois resenho aqui colocando o que achei.


Falo de marca comercial, profissional acessível e profissional meteafaca.


Uso de tudo e mais um pouco, mas não sou hipócrita o suficiente para falar que só uso seda ou tresemmé, porque no meu cabelo só isso não resolve o problema.


Como vcs sabem vivo mudando a cor do cabelo, isso faz com que a fibra fique fraca, só com eles nunca recuperaria meus fios.


Acho que a Seda deu um pulo sensacional na sua qualidade perto do que era antes, a TRESemmé é uma das melhores marcas custo x benefício, mas só elas não acho suficiente no meu caso.


A Carla minha diva do Eu Amo Cabelo, fez essa postagem aqui como brincou com o desafio Unilever, a conclusão é que esses produtos comerciais funcional sim, mas com os dias notou que os cabelos precisavam de algo mais.


Não é necessário gastar horrores para ter os cabelos bonitos, mas é bacana intercalar esses produtos com profissionais (que hoje em dia temos de tudo quanto é preço) para os cabelos realmente ficaram saudáveis, pois o mesmo acontece com o meu nessa "dieta" só produtos comerciais.


Esse é o meu exemplo, como li na postagem da Carla o dela também, então o mesmo pode acontecer com diversas pessoas que estão lendo aqui.


Acho que chegou a hora de todo mundo olhar os produtos que já estão na sua casa, chega de sair comprando tudo quanto é promessa por ai, seja em propagandas mirabolantes ou em blogs famosos.


Eu ganho da assessoria das marcas, compro quando fico curiosa, mas sinceramente se não fosse o blog com certeza não sairia comprando tudo que vejo/leio.


Quando testo um produto comercial, deixo bem claro nas resenhas que analiso com esse princípio "comercial" como consumidora quero que cumpra o que está no rótulo, mas não espero grandes milagres como cobro dos profissionais.


Seria ingenuidade minha acreditar que blogueira que só usa produto importado amou produto comercial de "marca x" e vai jogar todos os caros fora para usar só esse, ainda porque se mexer o buraco é mais embaixo e muitas vezes encontramos no blog um costume de fazer publieditorial pela marca ou banner dessa.


Vamos tirar o nariz de palhaço porque a situação está feia, analise seu cabelo e procure produtos indicados sim, porém com muita cautela.


Seu cabelo precisa de algo comercial ou profissional? Quanto vc pode gastar? A unanimidade que encontramos em algum produto que virou "hit" na blogosfera sempre acontece com as mesmas palavras e elogios?


Para e pense, depois pense novamente, a partir desse momento compre.


Para nossa sorte agora as marcas comerciais melhoraram, temos profissionais acessíveis e com as mais caras, diversas lojas que oferecem bons preços.


O que acho que vale mesmo é saber como seu cabelo realmente está e parar de acreditar em tudo, separe o joio do trigo.

 

*Desculpem o texto gigante, só precisava escrever nesse meu desabafo, prometo no futuro e nas postagens sobre produtos escrever menos.