Cabecalho

29 agosto 2012

Como cuidar: Cabelos porosos

porosos
Em pouco antes do corte químico que aconteceu no meu cabelo muitos anos atrás por excesso de descoloração, conheci a tal expressão: o seu cabelo está poroso!


Na época não existia essa boiada da internet para entender o que estava acontecendo, então muito novinha fiquei na mão de um péssimo profissional e "dicas" de promotoras da perfumaria próxima a minha casa.


Como comentei no início não consegui recuperar o cabelo e uma boa parte quebrou e o que restou estava super fragilizado, por isso com esse post quero ajudar quem está passando por essa fase, porque um tempo depois aprendi o que poderia ter feito para nunca mais deixar isso acontecer.


O cabelo fica poroso quando as suas cutículas ficam excessivamente abertas, geralmente por químicas com um ph elevado, por isso não segura nenhum tipo de tratamento "dentro" do fio.


Quando isso acontece o cabelo sem água e nutrientes acaba "secando" e posteriormente quebrando, então o bacana é perceber quando isso começa, porque se for tarde demais não tem como recuperar o cabelo.


Como perceber que seu cabelo está poroso?


A Carla postou aqui um testa bacana para descobrir isso, mas se sobrar alguma dúvida é só pensar que se tem química nunca as suas cutículas estarão fechadas como quando o cabelo era virgem, por isso pelo sim ou pelo não vale a pena começar a tratar.


Aqui vale o aviso que mesmo cabelo virgem pode ficar poroso porque sofre agressões diárias e principalmente se a pessoa usa a dupla dinâmica secador e chapinha.


Alguns outros sinais pelos quais podemos identificar o problema são: quando o cabelo está demorando demais para secar, os fios ficam ásperos, embolam muito e no dia posterior a qualquer tratamento que vc fizer ele já estiver com as pontas "mastigadas" ou então nem parece que fez tratamento antes. Nos lisos ele fica com o tal aspecto palha bem armado e nos cacheados os cachos simplesmente não ficam definidos não importando o que vc está utilizando para isso.


Agora devemos descobrir o grau de porosidade, é possível fazer isso analisando os sinais do parágrafo anterior e lembrando quais foram as químicas utilizadas nos fios, quanto mais forte ou reiteradas mais as suas cutículas estarão abertas.


Separei alguns tratamentos que ajudam nessa hora:

cabelosporosos

  1. Absolut repair: essa sempre é top, como sua formulação é com ceramidas, recupera qualquer cabelo e ajuda a combater a quebra (média R$ 90 embalagem com 200 g).
  2. Kérastase ciment thermique: é a famosa linha levanta defunto, já usei a dupla e foi justamente ela que recuperou os fios fragilizados pós corte químico, indico principalmente o leave in para quem usa secador e chapinha (shampoo R$ 100, condicionador R$ 120 e leave in R$ 130).
  3. K Pro ph balancer acidificante: como o seu ph é 2.5 sela as cutículas dos fios, para ser utilizado principalmente no pós química, com a média de R$ 30 a R$ 40.
  4. Revivor da itely: máscara de proteínas com ph baixo, resenhei ela aqui, a média é de R$ 30 (tratamento reconstrutor).
  5. Rigenol Framesi: bem parecido com o creme acima, porém possui um ph mais baixo ainda, selando bem as cutículas dos fios (R$ 40).
  6. CRP Senscience: ampolas reconstrutoras anti porosidade, com a média de preço de R$ 80, normalmente rende 2 aplicações.
  7. Máscara neutralizante universal Max Beauty: ela reequilibra o ph dos fios após alisamentos e EP, impedindo que o produto continue agindo (R$ 10).
  8. Repositor de massa Novex: esse é um baratinho que funciona, ajuda a repor a massa perdida em cabelos menos danificados, média R$ 10.
  9. Rigen e real cream Alfaparf: tratamento reconstrutor que ajuda os fios a darem uma bela encorpada, geralmente custa em torno de R$ 40 cada.
  10. Kit repositor de massa Amend: bem mais potente que o da novex, com a média de preço de R$ 70, o kit com 3 produtos.

Agora não precisa dar tiro de canhão em mosca, alguns produtos acima citados são super potentes e em cabelos pouco danificados não irá funcionar bem, por isso vou indicar alguns itens específicos para determinados graus de porosidade dos fios:


Pouco: aqui o interessante é utilizar condicionadores ou máscaras com ph baixo para manter as cutículas seladas, se na embalagem não tiver essa informação, não deixe pra lá mande um e mail para o SAC das fabricantes que eles informam. Acho que uma boa pedida aqui são as máscaras principalmente da TRESemmé que é uma das comerciais com o ph mais baixo que já vi (3.3)


Médio: além de se preocupar com o ph dos produtos, faça processos reconstrutores como a plástica capilar, cauterização, blindagens e selagens. Para repor a massa dos fios nesses casos a máscara comercial da novex mesmo já quebra um bom galho.


Muito: se preocupe com o ph dos produtos, faça processos reconstrutores como citado acima e capriche na reposição de massa, como o kit da amend que é bem potente. Além disso, procure usar acidificantes profissionais, como essa da k pro e compre a absolut porque vale o investimento.


Pé na cova: tudo citado acima e tire o escorpião do bolso, se o cabelo não se recuperar nessa hora o corte químico é certo, se jogue na kérastase ou senscience que são os famosos levanta defunto!


Agora para quem faz ep ou alisamento, não esqueça da máscara neutralizante, independente do grau de porosidade ela é indispensável.


Se o bolso estiver furado, não deixe isso pra lá, temos algumas receitas bem interessantes como essa da Paula e essa da Maurine.


Na internet rola uma receita "caseira" fora com vinagre, ela é muito recomendada no grupo do cronograma, mas embora ainda não tenha testado não sou fã dessas receitas com tantos produtos "prontos" potentes no mercado (citei porque embora eu não goste, pode ter gente que se interesse por ela).


Como perceber que o cabelo melhorou?


Ela simplesmente não muda da noite para o dia, mas com o tempo podemos perceber que deixa de ser áspero, se tornando macio ao toque e seca bem mais rápido já que as cutículas fechadas produzem esse efeito.


Quanto mais tarde a pessoa resolve tratar menos chance tem e quando menos percebe já está com mechas curtíssimas em algumas partes do cabelo.


Claro que é ruim ter que gastar tanto, mas acho que é o melhor que se tem a fazer e acredito que todo mundo que já passou por um corte químico feio vai concordar, depois do estrago feito não tem como voltar atrás.