09 agosto 2012

Testei: Óleo Extraordinário da Elseve

DSC05251
Quando esse óleo começou a pipocar nos blogs, assumo que fiquei bem curiosa, mas com um pé atrás porque não gosto de muita coisa da elseve.


Acabei lendo elogio aqui e ali, não tinha como pelo menos não querer conhecer um pouco mais, mesmo com uma série de óleos em casa.


Passei na perfumaria e testei em uma mecha, como vi que o cabelo respondeu bem, acabei não resistindo.


Segundo a fabricante:

A partir de uma perfeita mistura de ingredientes ativos, a fórmula do Óleo Extraordinário fornece aos cabelos nutrição, maciez e brilho fascinantes com um simples gesto. Com o resultado da alquimia de 6 preciosos extratos florais, os laboratórios de L'Oréal Paris desenvolveram o Óleo Extraordinário como um verdadeiro elixir para a beleza dos cabelos.

Postei sobre a formulação dele aqui, para não ficar repetindo, achei bem interessante.


O bacana desse óleo é que muitos comerciais podem ser usados apenas na finalização dos fios, são poucos óleos com um preço menor que funcionam para mais de uma função, então acabei testando de quase todos os jeitos.


O seu cheirinho é uma delícia, doce na medida certa, pelo menos no meu gosto.


A sua textura é bem líquida, além disso é transparente, por isso que até nos cabelos oleosos como o meu ele não "pesa" nem agrava o problema.


DSC05255
Como finalizador- ele deixa o cabelo cheiroso, macio, reduz bem o frizz e melhora um pouco a aparência das pontas, como comentei antes sem deixar o cabelo oleoso. Gostei bastante porque é leve e deixa o cabelo bem sedoso e com muito brilho, porém a maioria dos óleos mais densos deixa o cabelo mais comportado e com esse não notei isso, por isso indico mesmo para cabelos mais finos porque os volumosos e grossos não sentirão muita diferença com ou sem ele.



Nas máscaras de tratamento- dessa forma amei o produto, misturo uma quantidade pequena principalmente nas máscaras nutritivas para potencializar o seu efeito e o resultado foi incrível, a nutrição ficava bem mais "forte". Acho que deu tão certo dessa forma porque ele não é oleoso, depois conseguia remover ele a máscara facilmente coisa que não acontece quando misturamos com óleos mais densos, um excelente óleo para quem segue principalmente o cronograma capilar.



Pré escova- não gosto de usar nenhum óleo para secar o cabelo com secador (salvo o leaf), só testei uma vez esse para isso porque não encontrei na formulação óleo mineral que é o que "frita" os fios, mas não achei nenhuma grande diferença. Ajuda um pouco a escova deslizar, mas nada do outro mundo.



Pré shampoo-expliquei um pouco mais sobre a umectação aqui que seria um procedimento bem parecido, para resumir vc passa e aguarda alguns minutos ou horas antes de lavar os fios, ajuda principalmente as pontas e os fios mais danificados porque forma uma espécie de película para protege-los da agressão da lavagem ou do dia a dia. É um procedimento que não faço muito, mas gostei desse óleo para isso, como comentei quando misturei com a máscara é ótimo por ser fininho e depois retiramos facilmente.


Conclusão: Gostei muito dele sozinho e na umectação, mas ganhou meu coração quando misturo com uma máscara nutritiva, a proposta da marca foi realmente sensacional.


Vale a pena porque foge de todos óleos de argan do mercado, esse é a base de flores e provavelmente o cabelo "gosta" quando encontra algo diferente, por isso responde tão bem.


Aqui só faço uma ressalva, em cabelos finos e oleosos ele é sensacional, mas acredito que para cabelos mais secos e com volume quem utilizar vai sentir falta de algo que encontra em óleos mais densos para "pesar" nos fios.


Paguei R$ 23 reais no ikesaki e achei uma excelente compra, mesmo por ai custando R$ 30 ainda acho que vale a pena, tanto pela composição como pelo resultado.