Cabecalho

18 outubro 2012

Nova febre: Óleo de Ojon (brinde revista)

E os óleos continuam dominando o mercado dos produtos capilares!

Primeiro chegou a febre do Argan, depois começaram a pipocar os óleos a base de Açaí, Coco e as misturas Florais, por último os especiais a base de Macadâmia.

Agora o óleo da vez é o de Ojon.

Agora se vc está se perguntando que diabo é isso eu explico, foi a minha primeira reação quando ouvi falar, já que é uma palavrinha bem estranha.

O óleo de ojon ou american oil é originário do Caribe, ele é extraído da noz, proveniente da palmeira “Elaeis Yamnika”.

Rico em aminoácidos e antioxidantes, é o único componente que em seu estado natural possui a mesma constituição da queratina do cabelo, logo nutre e ao mesmo tempo possui propriedades reconstrutoras.

Para ter uma ideia, a parte ruim é que seu preço ainda não é nada amigo, pois para produzir cerca de apenas 3 xícaras desse óleo puro são necessários mais de 8.000 frutos.

ojon

A marca pioneira nesse óleo é a Ojon (assim como a Macadamia no óleo de macadâmia), mas a Kaedo (Miskito) e a Alpha Line já estão produzindo produtos também a base dele, agora é só esperar que logo mais teremos mais opções no mercado se for bem aceito!

Se bateu vontade de experimentar, a Cabelos & Cia desse mês de outubro chegou nas bancas com uma amostra de 5 ml da linha Miskito (Kaedo), então pelo menos dá para experimentar para saber se é essa coca cola toda.

Como comprei a revista assim que usar conto para vcs, mas confesso que meu cabelo ando adorando esses óleos diferentes!