Cabecalho

31 outubro 2012

Testei: KeraColor para cabelos acobreados Vitabelle

keracolor cobre vitabelle

Como comentei desde da Beauty Fair, uma das melhores novidades para as ruivas, foi a máscara matizadora para cabelos acobreados da Vitabelle.

Quem está nessa mesma luta que eu, sabe bem como é complicado manter o cobre, porque ele desbota que é uma beleza.

Como uma boa saída para evitar tanta tintura, assim que encontrei no Ikesaki acabei comprando, paguei cerca de R$ 28 algumas semanas atrás.

Segundo a fabricante:

Inovadora e Revolucionaria, a Keracolor Vibrant Mask veio para mudar o conceito sobre cor, brilho e hidratação. Proporciona o realce do tom dos cabelos, através de pigmentos que se depositam na estrutura dos fios durante o processo de hidratação e permanecem por mais tempo; pigmenta mechas descoloridas revelando cores vibrantes com aspecto hidratado e natural; cobertura gradativa dos fios brancos, o que rejuvenesce os cabelos; colore ao mesmo tempo que hidrata os fios, com isso evita o ressecamento e enfraquecimento.

Quando vi a cor da máscara cobre assustei, achei escura demais e para quem gosta de um loiro bem claro acobreado, não parecia ser uma boa opção.

Porém a promotora da marca me explicou que ela não escurece os fios, como não tenho muito a perder, resolvi experimentar do mesmo jeito.

A sua textura é muito consistente, do tipo que nem virando e batendo ela cai do pote, com um cheiro que não gostei muito só que para voltar a ter cabelos acobreados topo sem pensar 2 vezes.

Assim que retiro o shampoo, pego uma toalha para tirar o excesso de água dos fios e começo a espalhar essa máscara, que inclusive pela textura grossa rende muito bem.

O tempo de pausa recomendado é de 20 a 30 minutos, como já testei de todos os jeitos, recomendo deixar mais para quem quer uma cor mais forte e menos para quem não quer tanta intensidade.

Eu normalmente deixo 20 minutos, não tenho passado disso mesmo por causa do tempo que anda apertado, mas gostaria de usar deixando por mais de uma hora rs.

Retiro novamente e deixo o cabelo secar normalmente, nessa hora noto que eles estão macios e desembaraçados, mesmo não usando essa máscara especificamente para isso considero uma reconstrução leve (para quem segue o cronograma).

Reconstrução porque como vcs podem ver no final da postagem, possui na sua formulação queratina hidrolisada, proteína de leite hidrolisada, arginina, como também glicerina que é hidratante.

Agora sobre a cor que é o principal, não fica super forte como os tonalizantes color intense nem keraton, porém já ajuda a dar uma up.

A duração aguenta apenas 4 lavagens, por isso ando usando semanalmente e percebo que com o tempo, não acaba mais saindo tão rápido.

Resumindo: ajuda a devolver o cobre da tintura desbotada, não fica muito forte, porém já é um bom resultado para quem está insatisfeita apenas com a tinta ou não aguenta mais pintar os fios de 15 em 15 dias.

O cobre realmente não escurece os fios, porém ele tem um fundo avermelhado e a maioria das pessoas gostam do alaranjado, mas pelo menos é uma solução para manter a cor.

Como comentei acima, por causa do avermelhado não achei perfeita, mas como estamos sem nenhuma opção no mercado (graças a troca de embalagem do color intense do C.Kamura que sumiu com a cor cobre) já é alguma ajuda.

Com todos os prós e contras, no momento vou continuar usando semanalmente, mesmo porque sem ela meu cabelo vai para o loiro dourado (que odeio) na terceira semana após a tintura.

Agora pelo menos estou com uma super raiz (vou deixar para pintar só depois que voltar do feriado), mas o comprimento continua cobre, então estou satisfeita.

A marca também fabrica essas máscaras nas versões para cabelos: vermelhos, pretos e castanhos.

Pode ser uma boa principalmente para os cabelos escuros, assim com o tempo neutraliza o avermelhado dos cabelos escuros, nessas outras versões.

vitabelle cobre