Cabecalho

17 dezembro 2012

Resenha da Claudinha: Straight Lissage align 12 da Redken

resenha Claudia

Vamos agora para a participação da Claudinha aqui no blog!

Ela testou o leave in termo ativado da Redken e mandou a sua opinião pra cá:

“Há um tempo estava querendo encontrar um leave-in termoativado com efeito liso.

Até hoje os que me agradaram foi o fructis e o absolut repair, pois deixam os cabelos super macios e lisos, mas daí resolvi apostar  no Straight Lissage align 12 da Redken que é de uma marca famosa e tal.

O produto foi muito caro e pelo que era prometido me empolguei de cara, afinal queria um termoprotetor que tb ajudasse na prancha, me custou R$ 110,00. A promessa dele é a seguinte:

Bálsamo Alisador com diferentes tipos de açúcar dá controle enquanto alisa. Domine o cabelo rebelde com o produto ideal para alisar até os cabelos mais difíceis. O sistema Bonding ajuda a proteger da umidade e veia um controle de longa duração, deixando os cabelos com brilho e suavidade.

Fui com tudo nessas promessas e tive uma tremenda decepção, produtos caros nem sempre são garantia de satisfação.

Lavei meu cabelinho e com ele levemente úmido apliquei o produto, a textura é igual a do absolut repair e por isso achei boa. Tem uma fragrância gostosa, suave, mas não fica no cabelo. Muito bom de passar nos cabelos.

Depois disso fui assistir TV, enquanto meu cabelo secava para que logo depois eu pranchasse.

Fui percebendo que enquanto meu cabelo secava, ele fica duro, embaraçado (meus dedos passavam pelos cabelos com dificuldade), opaco, ressecadíssimo e com uma textura horrorosa.

Meu cabelo estava áspero, com um toque péssimo, dava impressão que eu tinha lavado meu cabelo com shampoo anti-resíduos e depois mergulhado no mar e ficado por uma semana tomando sol.

Pensei que nem tudo poderia estar perdido... vamos pranchar para ver se o efeito melhora.

Para pranchar meu cabelo precisei de mais tempo que o necessário, pois o cabelo estava embaraçado e muito, mas muito ressecado mesmo e deu muito trabalho para alisar.

O efeito final no meu cabelo foi medonho: o cabelo estava duro, sem balanço, super áspero, ressecado demais, totalmente sem brilho.

Precisei usar bastante finalizador (reparador de pontas) para melhorar o aspecto terrível e ressecado que ficou.

Usei numa segunda vez para ver se eu mudava de opinião, mas o resultado foi o mesmo.

Por isso, não recomendo esse produto para ninguém, porque é um verdadeiro detonador de cabelos.

Vai para o lixo, infelizmente, pq não me serviu nem como creme de pentear.

Gastei meu dindin à toa, podendo ter investido em outros produtos melhores, porque esse eu não quero nem de graça. Muito ruim mesmo!!!!

Espero que essa resenha tenha sido útil para quem esteja pensando em investir num bom termoprotetor, pois esse não é nem de longe um bom produto.

Cláudia Cordeiro

Pitaco: Esse eu nunca usei, mas já tentei um da bio extratus que fez a mesma coisa com o meu cabelo, sorte que pelo menos era barato.

Mas é importante sempre colocar aqui que cada cabelo reage de um jeito, então quem está pensando em comprar esse, pode ficar esperta antes de acontecer o mesmo que rolou com a Claudinha (mais uma vez obrigada pela sua resenha!).

Então se você tiver também alguma experiência positiva ou negativa para contar, envie a sua resenha para contato@testandoprodutoscosmeticos.com que eu sempre publico aqui no blog, só não vale ser feita por funcionários das marcas para divulgarem seus produtos.