Cabecalho

27 fevereiro 2013

Testei: Novamente a tintura 9.4 da Yellow

tintura 9.4 yellow_thumb

Eu sempre postava aqui no blog a minha saga procurando a tintura acobreada perfeita, mas como estava apenas repetindo cores e marcas, dei uma boa pausa.

A última vez que comentei sobre isso foi nessa postagem onde coloquei que a tintura da Yellow (Alfaparf) voltou.

Depois disso usei a 9.4 com oxigenada de 20 volumes da marca e fiquei besta de como tudo estava diferente.

Em primeiro lugar o cheiro estava bem mais forte, depois a tintura danificou bem mais o meu cabelo e por último a cor não ficou aquele bom e velho laranjinha de sempre.

Na primeira semana mesmo foi quase toda embora, no carnaval virei loira novamente na primeira piscina que entrei, por isso não acabou dando nem tempo de fotografar para mostrar aqui.

Resumindo: foi uma decepção, esperava a mesma tintura de sempre, dessa vez ela só ficou mais cara (já que diminuíram a embalagem pela metade) e com uma qualidade inferior.

A Alfaparf sempre teve fama de desbotar facilmente o seu acobreado, na primeira vez que usei como meu cabelo estava super loiro por baixo, segurou muito bem a tintura (para tirar foi um sufoco). Mas como comentei, foi uma situação diferente do que as ruivas habituais me avisaram e agora senti na pele naverdadenocabelo.

Conclusão: não chego mais perto dessa tintura tão cedo, depois para corrigir o meu loiro já joguei o intense color cobre e a máscara acobreada da vitabelle, tentei o tonalizante da KESH-O só que não deu certo então corri na perfumaria e fiz uma misturinha com a tintura da ElisaFer mesmo (que foi a única que encontrei).

Para mostrar que não estou louca, na postagem sobre a volta da Yellow a Chris também comentou sobre o cheiro e que precisou retirar a tintura rapidamente, pois estava com a impressão que essa estava queimando seu couro cabeludo.

Infelizmente comemorei antes da hora.